quarta-feira, 2 de março de 2011

Estas são mulheres de verdade

“Não devemos permitir que alguém se afaste de nós sem sentir-se melhor e mais feliz”. Madre Teresa de Calcutá.



“O futuro não nos traz nem nos dá nada. Nós é que, para construí-lo, devemos dar-lhe tudo”. Simone Weil, filósofa e ativista.



“Quando uma porta da felicidade se fecha, outra se abre. Muitas vezes ficamos tanto tempo olhando para a porta fechada que não vemos a que se abriu”. Helen Keller, cega, surda e muda desde bebê, Helen tornou-se educadora, escritora e advogada. Revelou uma incrível capacidade de superação e notável inteligência.



“O fanático é um homem com os dois pés plantados firmemente nas nuvens”. Eleanor Roosevelt.



“Vamos! Corra a fazer alguma obra de caridade!” Santa Terezinha, quando notava tristeza em algum semelhante.



“Quando precisar que algo seja dito, chame um homem. Quando quiser que algo seja feito, chame uma mulher”. Margareth Thatcher, estadista.



“Nada na vida deve ser temido, somente compreendido. Agora é hora de compreender mais para temer menos”. Marie Curie, física.



“Quem não sabe chorar de todo o coração também não sabe rir”. Golda Meir, estadista.



“Quando nada é certo, tudo é possível”. Margareth Drabble, escritora.



“Não tenho tempo de desfraldar outra bandeira que não seja a da compreensão, do encontro e do entendimento entre as pessoas”. Elis Regina, cantora.

Um comentário:

Cecília Queiroz disse...

fantásticas! abraço